Eixos Temáticos:

A nova Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável representa um avanço significativo no reconhecimento do contributo das Ciências para a sociedade. Todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) apresentam inúmeros desafios que são acessíveis das ciências, com menção explícita do papel da Ciência, Tecnologia e Inovação como uma oportunidade de melhoria e fonte de soluções para os problemas a serem enfrentados.
Ao mesmo tempo, avançar no ODS envolve o estabelecimento de um diálogo e interação entre os múltiplos atores sociais envolvidos; ainda mais, se se espera alcançar o envolvimento virtuoso do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação.
Nesse sentido, a CILAC é um meio que contribui para a implementação da Agenda 2030 de gerar espaços para a discussão sobre estratégias para desenvolver um plano regional para fortalecer as capacidades científicas e tecnológicas dos países da América Latina e do Caribe.
De acordo com os propósitos da UNESCO – contribuem para a construção da paz, erradicação da pobreza, desenvolvimento sustentável e diálogo intercultural através da educação, ciência, cultura, comunicação e informação – A CILAC 2018 se concentrará na discussão sobre como gerar territórios sustentáveis.
Para este fim, o Fórum será dividido em 3 eixos temáticos, convidando todos os atores da região a participar da discussão e a explorar em conjunto as contribuições e como a CTI pode contribuir para a Agenda 2030 através da construção de cidades sustentáveis, gerando comportamentos resilientes e fazendo uso mais eficiente de recursos de origem biológica.

CIDADES SUSTENTÁVEIS

O primeiro dia se concentrará na dinâmica das Cidades Sustentáveis, incluindo estas como modelo teórico e plano de ação que reúne iniciativas destinadas a melhorar a qualidade de vida, a sustentabilidade e a gestão eficiente dos serviços. VER MAIS

RELAC

O segundo dia será pensar sobre a capacidade de resiliência e reconciliação de nosso território após desastres naturais ou problemas sociais que atravessam nossa região (RELAC), e exploram como criar oportunidades para a ameaça. VER MAIS

BIOECONOMÍA

O terceiro dia discute uma estratégia regional no âmbito da nova Bioeconomia, entendido como o uso da biomassa de forma inovadora para agregar mais valor localmente e gerar novas oportunidades produtivas de forma sustentável.  VER MAIS