Notícias

I FORO CILAC chega a Montevidéu transformando a cidade na capital da ciência da América Latina

By 29/08/2016 No Comments

Chega CILAC 2016, uma das maiores atividades regionais de ciências, tecnologia e inovação dos últimos tempos. De 7 a 9 de setembro, a capital uruguaia recebe nas instalações do Laboratório Tecnológico do Uruguai, e também em vários lugares da cidade, a participação de aproximadamente 200 expositores, de 20 países do mundo, resultando em mais de 100 atividades simultâneas.

Ministros e autoridades internacionais, cientistas, empreendedores, líderes de empresas, universidades, artistas e núcleos de divulgações científicas de toda a região serão protagonistas do CILAC. Para Lidia Brito, Diretora da Oficina Regional de Ciências da UNESCO, o CILAC é “uma oportunidade, uma plataforma excepcional de diálogo que reforçará em nossa região a importância e o poder da ciência, tecnologia e inovação para a transformação da América Latina e Caribe”.

O Presidente da República do Uruguai, Tabaré Vázquez, fará o discurso de abertura do evento, para o qual já se confirmou a participação de ministros e autoridades de ciência, tecnologia e inovação da Argentina, Brasil, Cuba, Chile, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, Guiana, Paraguai, Portugal, e Uruguai. Organizações internacionais também se integram à atividade como OEA, UNASUR, SEGIB, OEI, BID, CAF e CEPAL.

Os resultados obtidos durante os dias de evento serão importantes elementos para os debates sobre o desenvolvimento de políticas públicas de ciência, tecnologia e inovação na América Latina e Caribe. Da mesma forma, serão insumos da região para o próximo Foro Mundial de Ciência: “Ciência para la Paz”, que irá ocorrer na Jordânia, em 2017.

Simultaneamente, CILAC ocupa diferentes pontos de espaço público da capital uruguaia com a intenção de gerar uma sinergia entre ciência e inovação com aspectos

diversos do cotidiano: arte, música, espetáculo e outros. A proposta é transcender os limites das políticas e prática científica para encontrar a ciência nos lugares mais inesperados. A programação pela cidade começa dia 7 de setembro.

Entre os participantes está o ganhador de um dos principais prêmios da UNESCO para a Popularização da Ciência (Prêmio Kalinga, 2015) Diego Golombek, biólogo argentino, comunicador e divulgador científico. Também na lista está Bardo Científico, grupo de monologuistas uruguaios, apresentando o espetáculo “Feminiciencias: mulheres e ciências” e Química d+, programa de atividades desenvolvidas no Centro de Educação Flexível da Faculdade de Química, da Universidade da República, orientado a crianças e adolescentes. E destacados criativos e envolvidos com inovações científica da iniciativa Poper Científico Stand Up da Argentina.

O objetivo é conectar, dialogar, debater, conjugar interesses até atingir a criação de um caminho regional comum para a ciência e a inovação. Os enormes desafios da nossa época, marcados na Agenda de Desenvolvimento 2030, exigem a colaboração interdisciplinar e multissetorial de toda sociedade da América Latina e do Caribe. O envolvimento público, a busca e o descobrimento de novos conhecimentos são imprescindíveis para o desenvolvimento sustentável, SEJA PARTE.

Inscrições em CILAC.